quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Viagens em grupo são como vinho e amigos.

As vivências partilhadas, tal como nas viagens em grupo, têm um lugar especial nos nossos corações, têm uma casa própria.


A casa é tão especial que para aceder a essas memórias na sua totalidade necessitamos do molho de chaves que possuímos em conjunto com aqueles que connosco viveram essas experiências.
Podemos recordar essas experiências sozinhos no conforto dos nossos lares, partilhar essas fotografias num blog e até contar essas experiências a outros amigos que nos ouvem e ficam encantados com as nossas aventuras mas nunca é a mesma coisa, o nosso coração não bate tão forte.
Mas quando nos reunimos com quem vivemos esses dias de glória vemos que esses amigos têm chaves que abrem outras portas da mesma casa e é aí que conseguimos aceder à memória na sua plenitude e o sol entra casa a dentro iluminando todos os recantos.
Um bom vinho será sempre um bom vinho mas é muito melhor quando partilhado com amigos e assim são as viagens que partilhamos com amigos.
Carpe diem.
David Monteiro

Enviar um comentário