quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Um dia duro na Serra de Gredos, Espanha

Hard-day-Gredos-002

Foi o momento de para a ascensão ao cume Almanzor.


O vento soprava de tal forma forte que não nos conseguíamos ouvir à distância de dois palmos uns dos outros e o vento dificultava-me a marcha atirando-me constantemente para o chão.
A temperatura rondaria os -12ºC mas o efeito de wind chill dava-nos a sensação de muito mais frio.
Eu via o André a resistir ao frio enquanto me dava segurança agarrando a corda que ficava tesa do gelo … aliás, o André tinha um gorro muito divertido com um pompom amarelo e que o usava por cima do capacete ... de longe parecia-me um ovo estrelado e era tudo o que conseguia distinguir o dito pompom.
Os gatilhos dos mosquetões ficavam congelados na posição de abertos enquanto passava as cordas também elas geladas.
O Almanzor, o pico mais alto desta montanha, já não estava longe mas ainda faltava a última parte, a parte mais técnica e mais exposta ao vento … tinha que tomar uma decisão.
"MALTA ...HOJE FICAMOS POR AQUI … ESTÁ NA HORA DE DESCER"
(…)
A contar pelos comentários de quem esteve presente, ainda assim foi um dia espetacular. Lógico que gostariam de ter subido até ao cume, mas a Natureza não deixou e conseguimos divertir-nos e ter uma memória conjunta muito positiva.
Hard-day-Gredos-004
Entretanto já houve possibilidade de subir ao Almanzor para que a maior parte dos que ali estiveram nesse momento inclusivamente alguns já o fizeram várias vezes.
Tenham um excelente dia,
David Monteiro
Enviar um comentário