Avançar para o conteúdo principal

2017 04 21 - Vias Ferrata de Oleiros e Santa Luzia

Olá,
Começo a preparar as viagens e eventos para 2017.
A primeira aventura programada será ir conhecer duas vias ferrata que existem na zona de Oleiros e Santa Luzia.
Temos feito algumas vias ferrata em Portugal e Espanha em que pequenas histórias podem ser seguidas aqui: https://montesevales.net/category/via-ferrata/
Como sabem, ou calculam, são muitas mais as aventuras já concretizadas do que as histórias escritas … pelo menos por enquanto. Talvez um dia as consiga passar a escrito e nesse caminho escrever as aventuras que entretanto passámos.
Nos últimos anos foram instaladas algumas vias ferrata em Portugal aumentando o pequeno número existente em Portugal. Neste pequeno país estamos atrasados em relação a vias ferrata mas cá vamos nós passinho a passinho tentar acompanhar o que outros países já fazem excelentemente.
Tenho como objetivo ir visitar a via ferrata de Oleiros e a via ferrata de Santa Luzia nos finais de Abril 2017 e deixo aqui o convite a quem se quiser juntar à aventura.
São duas vias ferrata com distintos níveis de dificuldade sendo uma simples, a de Oleiros, e outra um pouco mais difícil, a de Santa Luzia. Devido ao nível de dificuldade das vias ferrata só poderei aceitar participantes que já tenham tido alguma experiência de via ferrata e que estejam em boa condição física na altura.
Assim sendo fica estabelecida a sequência: Oleiros no sábado e Santa Luzia no domingo.
Percorrer cada uma das vias ferratas demorará uma manhã ou uma tarde pelo que haverá a possibilidade de conjugar com uma caminhada em cada um dos dias.
As vias ferrata estão a 2h30m de viagem de Lisboa e por isso haverá que sair de Lisboa numa sexta-feira ao início da tarde (+/- 15h) e estar de regresso a Lisboa ao final da tarde (+/-18h) de domingo.
Cada sessão de via ferrata ocorrerá com o máximo de 1 Monitor + 4 Participantes simultaneamente. O que quer dizer que se existirem 7 Participantes + 1 Monitor teremos uma sessão de manhã e outra da parte da tarde.
Enquanto um grupo escala a via ferrata, outro grupo poderá fazer uma caminhada que será identificada nas redondezas. Naturalmente que estarei na via ferrata e a caminhada será autoguiada mas com a tecnologia hoje em dia existente tal não será um problema.
Datas
12 de Março de 2017 - Data Limite de Reserva
21 de Abril de 2017 – 15:00 – partida de Lisboa
23 de Abril de 2017 – 18:00 – chegada prevista a Lisboa
Transporte
Será em viatura Montes e Vales com saída e regresso a Lisboa.
Caso alguém necessite de recolha ao domicilio esta será por ordem de inscrição e só poderá acontecer para quem viva em Lisboa.
A não utilização da viatura Montes e Vales não altera o valor da viagem.
Alojamento em Oleiros
O alojamento só poderá ser definido mais perto da data do acontecimento pois dependerá da dimensão do grupo e da disponibilidade do hotel. No entanto, apontaremos para um alojamento com um custo de 70€/noite em quarto duplo com pequeno-almoço incluído.
Haverá um hotel recomendado pela Montes e Vales e que será por nós reservado.
No entanto, cada participante poderá organizar o seu próprio alojamento e nesse caso será deduzido o referido valor do preço da viagem. Caso a opção individual seja diferente da proposta por MV’s então cada participante fica com a responsabilidade de deslocação de e para o alojamento pretendido desde o alojamento do grupo.
Refeições
Não estão refeições incluídas no programa com exceção dos pequenos-almoços quando incluídos nos alojamentos contratados.
Poderá haver refeições de grupo em que cada participante será responsável pelos seus consumos e respetivos custos.

PREÇO, RESERVAS E CANCELAMENTO
Preço por participante: 220€/pessoa
Inclui: 2 noites em quarto duplo (hotel referido em cima), organização da viagem, utilização de equipamento de proteção individual apropriado, transporte de e para Lisboa, monitorização nas sessões de via ferrata e seguro de acidentes pessoais.
Mínimo de 5 e máximo de 8 participantes.
Reservas e informações:
geral@montesevales.com +351 914 794 553
A inscrição será considerada apenas com o respectivo pagamento não havendo pré reservas.
IMPORTANTE: por motivos logísticos, após esta data limite de inscrição não será possível aceitar inscrições.
Cancelamento:
100% devolução até ao final do dia anterior do limite de reserva.
Sem lugar a devolução a partir do dia do limite da reserva.
Apoio:
Caso não tenha hábito deste tipo de viagem, teremos todo o gosto em dar-lhe o apoio informativo que necessitar.
"Montes e Vales" é uma marca registada da Iberhills - Eventos e Viagens, Unipessoal Lda
RNAAT: 338/2016 Turismo de Portugal
RNAVT: 6246 Turismo de Portugal
Reconhecimento Turismo de Natureza, ICNF

Mensagens populares deste blogue

Cascata da Ribeira Grande, Ilha das Flores, Portugal

De Santa Cruz das Flores para a Fajã Grande, uma imensa cascata, a Cascata da Ribeira Grande. Estava na Ilhas das Flores, Açores, de férias e, ao contrário do resto do ano, não queria caminhar nem fazer qualquer tipo de atividade física. Queria usufruir do local dado que atividade física já a tenho durante o resto do ano. Mas há dois dias que chovia torrencialmente e fazia um mau tempo muito caraterístico da tipologia de surpresas que os Açores nos pode oferecer. O tempo estava tão mau que as ligações de e para as Flores foram cortadas e ficámos sem poder ir passar uns quantos dias à ilha do Corvo. Também caraterístico dos Açores é a rapidez com que tudo muda pelo que de repente o sol apareceu como se nada tivesse acontecido e toda a vida seguiu em frente, mas a revisita à ilha do Corvo acabou por ter que ficar para outra altura já que era tempo de seguir para o destino seguinte, a Fajã Grande.
No caminho de Santa Cruz das Flores para a Fajã Grande houve algo que nos interrompeu a vi…

Qual é o seu vinho do Porto favorito?

Há quem diga que todos temos um vinho do Porto favorito e, quem acha que não gosta é porque nunca os provou todos. Ver o artigo em aqui

Arquitetura Mudejar em Teruel, Espanha

Arquitetura mudejar é Património da Humanidade classificado pela UNESCO e Teruel é uma das cidades onde é melhor representada.
Em 711 DC os mouros atravessaram aquele que é hoje conhecido como o Estreito de Gibraltar e em cerca de 15 anos tinham conquistado toda a Península Ibérica salvo alguns redutos cristão como foi o caso de Covadonga. Naturalmente que esta ocupação trouxe alterações profundas à civilização visigótica que anteriormente ocupava este território. Hoje em dia podemos visitar monumentos impressionantes como seja o Alhambra ou a Mesquita de Córdoba que são magníficos exemplos de estilos trazidos por esta nova cultura. Esta ocupação durou cerca de 700 anos, se contarmos o tempo entre a Batalha de Guadalete entre 19 e 26 de Julho de 711 e a Guerra de Granada que dura entre 1482 e 1492 e definitivamente põe fim à ocupação muçulmana. Após a invasão moura dá-se início ao processo da Reconquista por parte do povo visigodo que talvez tenha começado em 722 com a rebelião de Pe…